Angina: doença que atinge o coração

O que é a angina?

o-que-e-anginaA Angina é uma doença que atinge o coração e que gera uma série de dúvidas relacionadas aos seus sintomas e tratamento, na verdade, a angina se manifesta como uma dor no peito ou uma dor torácica com radiação para a face lateral do pescoço e membros superiores, essa dor normalmente é uma dor limitada, de até 15 minutos, e que normalmente é aliviada com a aplicação de remédios vasodilatores ou de repouso, porém a dor pode se intensificar quanto maior são os esforços dispendidos ou o aumento do estresse.

O que causa a angina?

A Angina é decorrente do entupimento das artérias do coração, uma série de fatores podem causar a Angina, como tabagismo, diabetes, pressão arterial, alimentação, obesidade e histórico familiar, de forma que é muito importante procurarmos saber quais pacientes já tiveram problemas no coração anteriormente, esses fatores podem agir conjuntamente para fazer com que se formem placas no interior das artérias, que por sua vez vão diminuir a quantidade de sangue que chega ao coração, e o paciente sente a dor no peito.

Manter uma boa alimentação, fazer checkup cardiológico anualmente a partir dos 40 anos, praticar atividade física, porém, é muito importante que essas atividades físicas sejam realizadas com a monitoria de um profissional, de forma que é muito perigoso se transformar de uma hora para outra em um esportista de fim de semana.

Uma vez instalada a doença cardíaca, deve se procurar o quanto antes atendimento especializado em um cardiologista,

Como é feito o diagnóstico da Angina?

ataque-coracaoFaz parte da rotina cardiológica o checkup cardiológico, onde estão incluídos vários exames, entre eles exames iniciais, como eletro, exame de sangue para testar taxa de colesterol total e suas frações, exames de função de outros órgãos que também possam estar envolvidos na doença, como rim e pulmão, que podem ser avaliados através de raio-x e outros exames, e normalmente também é realizada um ecocardiograma, para ver como está a função do coração, além da realização do teste ergométrico ou também chamado teste da esteira, que pode avaliar se o coração tem falta de sangue durante a atividade física, esses exames irão auferir se o paciente tem fator de risco ou chance de desenvolver a doença nos próximos anos.