Como Evitar a Calvície?

Calvície genética

Se o pai e o avô de um determinado indivíduo forem calvos, isso significa que há ao menos, 50% de chance de que a calvície também o acompanhe já a partir dos 18 anos. Na verdade, existe um dado assustador segundo o qual 15% dos calvos começam a desenvolver a calvície antes mesmo dos 18 anos.

Na mulher a situação é um pouco diferente. Entretanto, no caso dos homens, todos os membros da linhagem (pai, avô materno, etc.) têm um peso para a calvície. Assim, existem indivíduos que herdam uma quantidade maior de genes responsáveis pela calvície do que outros, e essa característica pode acelerar o processo.

Tratamento medicamentoso para a calvície

Finasterida

Existe uma droga já bem conhecida para o tratamento da calvície chamada Finasterida. Ela foi desenvolvida originalmente para tratar problemas associados à próstata. Na medicina, é comum que determinado medicamento exiba um efeito colateral benéfico, este é o caso da Finasterida, que tem sido usada com sucesso para combater a queda de cabelo.

Alguns homens que consomem Finasterida se queixam de desenvolver impotência sexual. Entretanto, na maior parte dos casos trata-se de algo psicológico. O que a Finasterida pode acarretar em 1% dos homens é a diminuição da libido.

Saiba mais sobre a Finasterida acessando: http://implantecapilar.club/finasterida/

Serenoa repens

Atualmente, existem drogas mais evoluídas que a Finasterida. Há uma substância fitoterápica chamada Serenoa repens, que é um extrato de uma palmeira típica da América Central. O referido composto tem as mesmas funções da Finasterida, bloqueando a ação que estava sendo estimulada pelo gene. O uso do remédio fitoterápico ocorre por via oral.

Minoxidil

O Minoxidil é um agente que estimula a divisão celular, razão pela qual ele é considerado um mitógeno. Trata-se de uma droga interessante e antiga, disponível há mais de 30 anos no mercado. O minoxidil é seguro e apresenta um resultado bem satisfatório.

Prótese capilar

A prótese capilar recebe o implante individual de fios humanos. O tecido da prótese é colado sobre o couro cabeludo, e para isso é utilizada a mesma cola usada nas cirurgias cesarianas. De posse da prótese, o indivíduo poderá, por exemplo, tomar banho, entrar na piscina, frequentar praias e praticar esportes, tudo de forma normal. A prótese capilar detém durabilidade de 4 a 6 meses e é uma ótima alternativa para a calvície.

protese-capilar

Pesquisas com células-tronco

A calvície pode estar com os dias contados, já que cientistas estudam a possibilidade de clonar as células-tronco do cabelo. Atualmente, já é possível reproduzir essas células. Porém, ao devolvê-las para a área calva não ocorre a reprodução dos fios.

Microtransplante capilar

Se a calvície começou a se manifestar há, no máximo, 10 anos, os remédios podem reverter o problema. Caso contrário, a única solução é o micro transplante.

Como é feito o transplante capilar

O cirurgião retira uma faixa de cabelo situada na região da nuca. Essa é a chamada área doadora, pois os fios extraídos dela têm uma informação genética diferente daqueles da região calva, portanto, não estão sujeitos à queda. Os fios são retirados juntamente com o bulbo capilar. O procedimento é caracterizado como um transplante, uma vez que o termo implante se relaciona a algo externo e introduzido no corpo.

O paciente que receberá o transplante sofrerá diversos microfuros realizados com um microbisturi. O cirurgião insere apenas as células da matriz (raiz), que darão origem ao novo fio. Após o procedimento cirúrgico, o cabelo apresenta um ligeiro crescimento por volta do terceiro mês, que marca uma fase intermediária do processo.

A anestesia da cirurgia é local e o procedimento pode ser realizado em uma clínica, pois é uma cirurgia do tipo 1, ou seja, que não invade cavidades, mantendo o foco apenas sobre a parte externa (couro cabeludo) da cabeça. Apesar do couro cabeludo ser bastante vascularizado, sendo repleto de artérias e veias, o sangramento exibido na região é limitado ao próprio local.

Em comparação com os procedimentos estéticos presentes na cirurgia plástica, a microcirurgia capilar não é cara, pois não envolve internação e dispensa a necessidade de repouso no local da cirurgia. Normalmente, o especialista apto a fazer esse tipo de cirurgia é o cirurgião plástico ou dermatológico, já que o procedimento incorpora uma subespecialidade da dermatologia.

Créditos: Implante Capilar

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *