Gripe: O que é, Transmissão e Diagnóstico

O que é a gripe?

gripe-o-que-eA gripe, também conhecida por Influenza, é uma infecção viral aguda transmitida através das vias aéreas, erroneamente confundida com resfriado e outras viroses.

Diferente das outras viroses respiratórias e resfriados, ela é causada por um vírus específico, chamado de Influenza, o qual há cada ano muda algumas de suas características, e essas mudanças podem torná-lo mais ou menos agressivo para o ser humano.

Transmissão da gripe

O vírus influenza entra pela via superior e penetra nas células do hospedeiro onde irá posteriormente se multiplicar, o pulmão é o principal alvo do vírus, mas pelo caminho até chegar no pulmão, ele encontra outras células que também podem ser acometidas, gerando inflamações na parede do sistema respiratório.

A fase inicial dessas reações inflamatórias se dá no período conhecido como fase de incubação, indo de 1 a 5 dias, que termina quando a reação inflamatória já se estendeu o bastante para iniciar os sintomas.

Os vírus influenza são subdivididos em três grupos: A, B e C. O tipo C raramente causa infecção clínica nos seres humanos, e não sofre grandes variações. O tipo A infecta seres humanos e animais, já o tipo B infecta somente seres humanos.

O vírus Influenza, principalmente o tipo A, tem uma grande capacidade de se modificar, apresentando-se antigenicamente diferente com grande frequência, e possui em sua superfície duas proteínas em especial, a hemaglutinina e a neuraminidase.

A hemaglutinina do vírus influenza se liga à célula humana e abre passagem para a entrada do vírus, que se utiliza do material genético do núcleo da célula para se replicar. Depois de replicado, novamente com a ajuda da hemaglutinina, os novos vírus se exteriorizam, e a neuraminidase se responsabiliza em quebrar as ligações do vírus com a superfície da célula, permitindo que eles se disseminem infectando outras células do organismo. As células infectadas entrarão em apoptose, ou morte celular programada.

Diagnóstico

Atualmente, para o diagnóstico da gripe existem os kits de teste rápido e os exames laboratoriais, que apesar de eficientes são de alto custo, o que aponta para a necessidade e importância do diagnóstico clínico.

Se o paciente estiver em local de surto de gripe ou se teve contato com alguém infectado o diagnóstico clínico pode ser feito se houver início súbito de febre, mais pelo menos um dos seguintes sintomas: tosse, mialgia, mal estar geral.  Após 48 horas do início dos sintomas, a infecção já estará disseminada.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>