Queda de Cabelo: Causas e Tratamentos

Causas da queda capilar

Os fios de cabelo podem estar em três fases distintas: na de crescimento, na de transição e na de queda. Devido à uma perturbação nesse ciclo, por exemplo, por estresse, realização de cirurgias, determinadas doenças (até mesmo uma gripe ligeiramente mais forte), e alterações hormonais, ocorre uma aproximação das três etapas citadas, e com isso, o volume de cabelo perdido simultaneamente em cada uma é maior, e pode ser notado na quantidade de fios sobre o travesseiro, ou nos que caem durante o banho.

A queda de cabelo também pode ser acarretada por diversas enfermidades, como doenças que afetam a tireoide, anemia e até por deficiência de vitaminas. Caso o cabelo esteja caindo mais do que o normal, vale a pena consultar um médico e efetuar uma bateria de exames a fim de confirmar se as funções do organismo estão como deveriam.

Existem períodos nos quais o cabelo tende a cair mais. Contudo, se a queda capilar perdura por tempo considerável, é recomendável consultar um médico para atestar o bom estado de saúde.

mulher-com-queda-de-cabelo

Produtos para queda de cabelo

Não existe nenhum produto que se passe no cabelo a ponto de diminuir a queda dele. Lavar e manter os cabelos limpos pode ser benéfico, mas, deve-se usar preferencialmente shampoos neutros e não tão agressivos aos fios. Além disso, é aconselhável evitar produtos que se fixam no cabelo, como sprays e leave-ins, uma vez que podem enfraquecer os fios, facilitando a queda.

Hábitos ruins para o cabelo

Prender os cabelos também pode influenciar no desprendimento dos fios. Quem está sofrendo uma acentuada queda capilar deve deixá-lo o mais intocável possível. Deve-se evitar fazer penteados que prendam o cabelo, como o rabo de cavalo e o coque. O mesmo se aplica ao uso de aparelhos como chapinha e de babyliss. Esses procedimentos maltratam os fios e provocam a intensificação do processo de queda. Deixar o cabelo limpo, bem hidratado e solto, é uma maneira de se precaver contra a perda excessiva dos fios.

Alimentação para evitar a queda de cabelo

Com relação à alimentação, é recomendável o consumo de alimentos ricos em biotina, como laranja, gérmen de trigo, ovos, iogurte, e melão.

Também existem alguns suplementos a base de biotina que ajudam a evitar a queda capilar. O problema inerente a estes produtos é a existência de indícios de que a biotina aumenta o aumento de peso. Desse modo, para quem não deseja engordar, o respectivo suplemento poderá não trazer muitos benefícios. Por outro lado, os alimentos fontes da substância podem ser ingeridos sem o risco desse efeito indesejável.

A vitamina B12 também colabora para o fortalecimento dos fios. O alimento mais altamente concentrado nesse nutriente é o fígado de boi, além disso, existem alternativas, como a maior parte dos frutos do mar (marisco, caranguejo, e camarão), peixes de água fria (salmão e atum), e por fim, ainda existe a possibilidade de ingerir a vitamina B12 por meio de suplementos.

Minoxidil

Caso nenhuma das opções anteriores redunde em resultados satisfatórios, existe um medicamento denominado Minoxidil, geralmente indicado para homens que estão começando a ficar carecas, mas nada impede que mulheres também o utilizem, já que o Minoxidil estimula o crescimento dos fios. Entretanto, como se trata de uma medicação, antes de usá-lo deve-se passar por uma avaliação médica para . Liberado o uso, poderá ser usada a loção a base de Minoxidil sobre o couro cabeludo.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *